Algumas regrinhas de conduta para quando fizer uma tattoo

Olá pessoas!!!

Não disse que iria voltar a ativa?!?!?! Enfim, hoje trago um post rápido. São pequenas dicas de conduta e etiqueta para o momento em que você for se tatuar. Nem preciso lembrar pra sempre escolherem bem antes de fazer sua tattoo, né? Tenham sempre em mente que grande parte das tattoo toscas que a galera inventa não tem como cobrir… Mas chega de papo furado e vamos nessa!

Essas informações constam no livro da Kat von D, intitulado High Voltage (nem sabia que ela tinha livro… mas enfim). Pra quem não a conhece, Katherine von Drachenberg, popularmente conhecida como Kat von D (foto abaixo), é uma tatuadora talentosíssima, tendo como sua especialidade o estilo realismo preto e sombra. Ela ficou mais conhecida para nós brasileiros após suas esporádicas aparições do famoso (naquela época) programa Miami Ink, onde sempre que aparecia um trabalho de rosto ou realismo mais elaborado, eles a chamavam.

Olá, meu nome é Katherine von Drachenberg. Mas pode me chamar de Kat von D… é muito mais fácil…

Após isso, ela também estreou seu próprio programa mega copiado do Miami Ink, chamado L.A. Ink. Atualmente não sei a que pernas ela anda… mas o motivo do post foi falar das regras, que são bastante interessantes e de grande ajuda. Fiz um resuminho pra que o post não ficasse muito pesado, mas vamos lá:

  1. Não vá se tatuar bêbado. Primeiro que não se deve tomar nenhuma decisão, principalmente irreversível, sob o efeito de alguma droga. Dependendo do teor alcoólico, a pessoa fica chata, não vai conseguir se sentar numa posição em que precise ficar parada, o que só vai atrapalhar todo o procedimento. Outro ponto ruim é o que o álcool sai pelos poros, o que pode acontecer de diluir a tinta que está entrando na pele, e como resultado ira afetar no resultado final.
  2. Seja Pontual. Normalmente tatuadores atendem com agendamento. Todos sabemos que imprevistos acontecem, mas um atraso vai acarretar problemas pro profissional em todos os horários marcados subsequentes ao seu. Caso o atraso seja inevitável, ligue o mais rápido que puder. O bom senso tem que imperar.
  3. Não pechinche! O ditado “o barato sai caro” sempre será empregado quando o assunto for tatuagem. Você pechincharia com um cirurgião plástico? Você faria no mais barato? Tatuagem é uma modificação corporal permanente, e precisa ser tratada dessa forma. Não é uma compra de uma roupa ou sapato. Além de que é extremamente ofensivo para o artista ser seu trabalho pechinchado, soa grosseiro até. Lembre-se: Nem toda tatuagem dá pra fazer cobertura e o valor de uma cobertura, ou retirada à laser, será MUITO mais caro que o valor que você deixou de aceitar anteriormente…
  4. Não traga crianças com você. Não ache que você conseguirá ser tatuado e tomar conta de seu filho ao mesmo tempo. As lixeiras de material hospitalar infectante, segundo as normas da ANVISA, não podem ficar no chão, e acaba ficando na altura de crianças pequenas. A além disso, um estúdio de tatuagem é um local adulto, os assuntos tratados num estúdio pode ser ofensivo para uma criança.
  5. Não peça para tocar sua música. Por mais que você queira se sentir confortável enquanto estiver fazendo sua tatuagem, é muito mais importante que o tatuador esteja confortável né?
  6. Coma alguma coisa antes do seu horário da tatuagem. Certifique-se de fazer uma boa refeição antes de fazer sua tatuagem. Desmaios por pressão baixa são muito mais comuns que vocês imaginam. Se não puder fazer uma refeição, faça pelo menos um lanche.
  7. Vista-se apropriadamente. Prepare uma roupa que facilite o acesso ao lugar onde será tatuado. Se o local será próximo a uma parte íntima, use roupa de banho! Evite camisas brancas, pois no caminho até sua casa, após a tatuagem, é normal a pele soltar um pouco da tinta que não foi absorvida, pelos poros.
  8. Não seja conselheiro. E também não traga um. Se você não esta 100% certo da arte escolhida, espere pra fazer quando estiver. E se não estiver certo sobre seu tatuador, pense, troque se necessário. Não vá pela influencia de outra pessoa, escolha por você mesmo. Já disse isso num post passado. A tatuagem não é pra ser feita com a missão de agradar a outra(s) pessoa(s).
  9. Não fale no celular. Ninguém quer ouvir você ter que relatar seu dia pra sua mãe, você discutir com seu(a) namorado(a) infiel, você discutir um acordo com seu advogado. Não seja o “cara chato do celular”… Por Favor!
  10. Não se tatue se estiver grávida. O ato da tatuagem aumenta o estresse e afeta seu sistema imunológico, e esses são dois fatores que seu médico falará pra você manter distância durante os 9 meses.
  11. Tome um banho! Acho que essa dispensa descrever os motivos… pelo menos eu espero…
  12. Não traga uma comitiva. A ideia de trazer uma pessoa pra fazer companhia pode parecer legal. Mas não é! É muito chato pra pessoa ficar por horas olhando pras paredes. Dependendo de quantas pessoas forem, pode não haver cadeiras disponíveis e com certeza vai atrapalhar o caminho. E, para o tatuador, bancar o anfitrião pode tirar a concentração.

É isso… O post ficou maior que eu esperava, mas espero que esteja bem explicativo. Com certeza seguindo pelo menos algumas dessas dicas, o processo da tatuagem será bem mais tranquilo e fluido, o que é bom, tanto pro tatuado, quanto pro tatuador.

Como de praxe, peço que comentem, compartilhem, curtam, opinem, e etc. O feedback é muito importante pra o crescimento. Um grande abraço a todos e um ótimo fim de semana!!! Last of Us e GTA V me esperam…

 

P.S.: É impossível se matar prendendo a respiração. (Espero que ninguém tente)

Anúncios

4 respostas em “Algumas regrinhas de conduta para quando fizer uma tattoo

  1. Ótimas dicas!
    Parabéns!

    Eu estou começando agora a tatuar, sempre adorei tatuagem!
    Tô fazendo um curso, mais quando fui tatuar a primeira voluntária, eu fiquei muito nervoso, o que devo fazer pra manter a calma.
    Outra coisa eu tenho 48 anos, vc acha que é tarde de mais pra começar?

    • Olha, nunca é tarde para se começar nada. Então, se é isso que você gosta e quer, vai fundo! rs

      Sobre o nervosismo, tatuagem é bem diferente de desenhar em papel. O único jeito de pegar a firmeza na mão, e a calma, é transformando isso num processo comum ao corpo e mente, e isso só vem com a prática. Tatue muito, e de preferência sem muito hiato entre uma tattoo e outra.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s